Saltar al contenido
Portada » Poema

Poema

Kamarada Karlotti, poema de Carlos d´Abreu

KAMARADA KARLOTTI poeta das madrugadas rebeldes afinal antes de fenecer a noite renasceram os teus versos na pena deste galego de cá trasmontano que bebe o vinho dos socalcos erguidos com o sangue do teu povo do meu povo neste doiro sempre esquivo que em «adoráveis derrotas” entre as montanhas da lua me “ensinou o amanhecer” é um rio que derrama no mar e logo descortina o norte salgado cavalgando então as ondas para ajudar a adocicar o teu viver… Leer más »Kamarada Karlotti, poema de Carlos d´Abreu